segunda-feira, 27 de outubro de 2014

CHASQUE DA MALU - Terças e Quintas-feira participação especial no programa GUAIBA REVISTA-do Carlos Guimarães e Ananda Muller

Buenas
Estou chegando , mais faceira que mosca em tampa de xarope, mais alegre que ganso novo em taipa de açude.
A primavera faz isso com as pessoas, mas tenho alguns chasques para os amigos e traigo a lingua mais afiada que navalha de barbeiro caprichoso. No bom sentido, é claro, porque a prosa é das buenachas!
Vim de ônibus direto do Itapuã,lã das casa, meu paraíso terrestre, mais amontada que uva em cacho, mas cheguei bem e ando apressada que nem cavalo de carteiro.
Não consigo me acostumar com esse burburinho da cidade grande e às vezes me pego meio assustada que nem cachorro em canoa com esse movimento todo.
Dentro do ônibus tinha um sujeito com a cara mais esburacada que poncho de calavera , um outro à minha direta com a melena mais ensebada que telefone de açougueiro e uma guria tão cheia de penduricalhos , mais enfeitada que carroça de cigano e um tipo tão fedorento que nem arroto de corvo. Deuzulivre!
Tinha umas gurias bem apessoadas, lindas como laranja de amostra e umas tão feias como indigestão de torresmo. E os guris de boca aberta que nem burro que comeu urtiga!
E como tem gente que ocupa espaço nos bancos de ônibus, botam bolsa, sacola, criança, periga até fazer um fogo de chão e assar uma carne no chão do bonde, tipo de gente mais esparramada que nem dedos do pé que nunca entraram em botas.
E o coletivo mais entravado que carteira de sovina, vinha trazendo o pessoal num cortado sacolejando pra lá e prá cá na buraqueira da estrada Frei Pacífico que parece até uma amontoado de toca de tatú.
Pensei em fazer uma farnel no bolicho da esquina mas acontece que dinheiro na mão de pobre é que nem cuspe em ferro quente Causo de que a situação financeira em geral tá mais difícil que nadar de poncho ou dormir de espora sem rasgar o lençol. Cosa de loco !
Encontrei no corredor aqui da Rádio Guaiba um colega produtor mais atrapalhado que nem cego em tiroteio e acenei para o Nando Gross, esse guri mais conhecido do que feijão em cardápio de quartel !
Prá resumir o que vim assuntar, um convite , porque ando sempre bem informada como gerente de funerária !
Agora chega de às brinca, vamos às ganha : `Dia 30 tem show da minha conterrânea e baita cantora Jessilena Etchverry no Estancia de São Pedro, ali na cidade Baixa. Vale !!!!
No mais to me indo que na voz de bamo se fumo porque não quero ser enxerida como piolho em costura e num upa vou saindo mais sutil que nem gato que vai pegar passarinho. Tiá volta !