quinta-feira, 28 de agosto de 2014

FIGTF conta a história do RS na 37ª Expointer



Painéis expostos no estande da fundação mostram os principais eventos ocorridos em nosso solo e que contribuíram para a formação da identidade do povo

Quem for até o galpão da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF) durante a realização da 37ª Expointer, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, terá a oportunidade de conhecer o trabalho desenvolvido em prol da cultura popular do Rio Grande do Sul, usufruir de atrações artísticas e ainda aproveitar o aconchego do espaço. 
No estande estão expostos painéis que contam trechos da história do nosso Estado; manequins com a indumentária do ciclo farroupilha; soque (batedor de erva-mate) e degustação de chimarrão oferecido pela Escola do Chimarrão. Na parte externa, estão colocados bancos rústicos eelementos relacionados   à cultura dos gaúchos e uma carruagem do século XIX, que era utilizada nos municípios do Interior.
O presidente da instituição, Rodi Pedro Borghetti, estima que este ano o estande da Fundação, devido as suas atrações e a exemplo dos anos anteriores, deverá ser um dos mais visitados na feira. “Teremos chimarrão à vontade graças a parceria que fizemos com a Escola do Chimarrão e a Prefeitura de Venâncio Aires, além de uma série de atrações ”, anuncia Borghetti.
Além das ações desenvolvidas no galpão, a FIGTF, em parceria com a Subsecretaria do Parque Assis Brasil, está promovendo  diversos shows no palco principal da Feira.

Erva-mate e água quente

A cultura do chimarrão no Rio Grande do Sul está sendo  valorizada através de um ambiente temático no interior do estande. No local, acontece a demonstração das várias formas de preparar o mate, fornecidas  informações e curiosidades sobre a bebida e distribuição de erva-mate e água quente para os expositores e visitantes da Feira.
No espaço, também foi organizada uma exposição com oito painéis - cedidos pelo Memorial do RS – que mostra os principais eventos que ocorreram em nosso solo e que contribuíram para a formação da identidade do povo. Além de conter textos simples e diretos, os painéis apresentam ilustrações, mapas e imagens dos principais personagens históricos. A mostra permite conhecer um pouco da trajetória política, social, cultural, costumes e a diversidade étnica  do Estado. Os principais temas abordados são  a imigração italiana e alemã; gaúchos e tropeiros; negros no RS; Guerra dos Farrapos,  entre outros.
Todas as atividades desenvolvidas no galpão contam com o apoio da Associação dos Amigos do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (AATF).


Veja a programação completa da 37ª Expointer  no site http://www.expointer.rs.gov.br/inicial