sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

AS CUECAS DO TALO ....

Quando o Bar do Beto, hoje um mega bar com filial e tudo, era ali na esquina, se não me engano com a sta Terezinha. com a Venancio ... o conhecido compositor argentino Talo Pereyra , em épocas áureas em desempenho no charango e coisa e tal, mas com bolsillos mui curtitos, estava degustando uma loira gelada, e de repente veio-lhe uma senhora dor de barriga, daquelas de correr quase perna à baixo e lá se foi o castelhano ao W.C. e por lá se demorou um eito. Nessa época o Bar do Beto era mui pequeno, pobre, sem luxos, com mesinhas simples do lado de fora... Vai daí que o Talo procurou por papel higiênico e.... neca !!! Resolveu então tirar as cuecas e limpar a buzanfa com a dita cuja. Despreocupadamente jogou a cueca pela janelinha basculante do banheiro que dava pra rua, porém não se deu conta que ali havia uma mesa com duas criaturas degustanto um prato de batatas fritas... pois não é que a cueca do Talo caiu exatamente sobre o prato de fritas da rapaziada??!!!  Foi um caos !!! O Talo escapou dessa por pouco e até hoje  nós nos divertimos com essa presepada !