quinta-feira, 16 de julho de 2009

UMA DAS MUITAS DO GILBERTO MONTEIRO

Uma vez o Gilberto Monteiro foi "abrir sua gaita" na Granja do Torto juntamente com o poeta Gilberto Carvalho entre outras figuras carimbadas do cenário musical riograndense. Isso na época do Presidente Figueiredo.
Vai daí que o Gilberto que nem fuma pediu cigarro... lá foi um militar num jeep buscar pro Giba e outro todo de luvas brancas entregou o "pito" numa bandeja, cheio de salamaleques pro índio de Unistalda. Lá pelas tantas o Loco Monteiro já estava de dono da festa, além de encantar a todos com sua "Milonga para Missões", "Prá ti guria" entre outras, já estava até lendo a mão de alguans oficiais, entre outras peripécias.
Não é que surge por lá o ex Ministro Marco Maciel que se parece muito à um quadro do Modigliani, magro , alto. pescoço comprido, etc.. pois o Gilberto foi apresentado ao Ministro que lhe teceu elogios e como resposta o Monteiro lasca essa = " MINISTRO, O SENHOR PARECE O FINADINHO TATU... SÓ O CASQUINHO !!!!"